Reação à entrevista da Visão

Lisboa, 19 de novembro de 2013 – Na sequência da recente entrevista da revista Visão do passado dia 14 de novembro (páginas 48 e 49) a um alegado consultor de comunicação, rosto das empresas Comunicatessen, Unipessoal, Lda. e Callaecia, Lda. – empresas essas que não integram o universo da Associação Portuguesa das Empresas de Conselho em Comunicação e Relações Públicas – vem a direção da APECOM manifestar o seguinte:

  • As práticas expressas no depoimento do referido consultor não estão alinhadas com os princípios éticos que devem pautar a atividade de comunicação e relações públicas;
  • A forma como são feitas tais revelações – independentemente da gravidade dos factos – denotam desrespeito pelas regras de confidencialidade que devem marcar esta atividade;
  • O cenário descrito na referida entrevista não representa de forma alguma o panorama da comunicação em Portugal, marcado pela atuação de várias dezenas de empresas (a maioria das quais associada da APECOM), há vários anos no mercado e cumpridoras das regras do Código Estocolmo, que reúne as melhores práticas internacionais deste setor de atividade, nomeadamente em termos de confidencialidade e integridade da informação.

A direção da APECOM demarca-se total e inequivocamente das práticas descritas na referida entrevista, assegurando que tais métodos não são o espelho da atividade de comunicação e relações públicas em Portugal, nem tampouco das empresas que integram a APECOM.

19 de Novembro de 2013